Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos no Rio de Janeiro

Na última sexta-feira o mundo parou para assistir a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos do Rio 2016. A festa de quase 4 horas de duração, aconteceu no estádio Mário Filho, o famoso Maracanã.

 

Fogos de artifício no Maracanã.
Fogos de artifício no Maracanã.

A belíssima cerimônia contou com muita música, dança, história, luzes, fogos de artifício e celebridades como a top Gisele Bündchen.

abertura_olimpíadas_rio_2016
Paulinho da Viola interpretando o Hino Nacional Brasileiro.

 

A história do Brasil foi contada desde os índios, passando pela chegada dos portugueses, o vergonhoso período de escravidão, a chegada dos imigrantes, chegando aos dias de hoje com participantes praticando parkour. Até mesmo”Santos Dumont” marcou presença, voando com o 14 bis.

abertura_olimpíadas_rio_2016
Primeiro contato entre um índio e o colonizador português.

 

Participantes praticando parkour.
Participantes praticando parkour.

 

Voo do 14 Bis dentro do Maracanã.
Voo do 14 bis dentro do Maracanã.

 

Ao som de “Garota de Ipanema”, Gisele Bündchen desfilou em uma passarela de 128 metros, enquanto eram projetados traços do arquiteto Oscar Niemeyer. A música foi cantada por Daniel Jobim, neto de Tom Jobim.

Projeção dos traços de Oscar Niemeyer.
Projeção dos traços de Oscar Niemeyer.

 

Gisele Bündchen desfilando na maior passarela de sua carreira.
Gisele Bündchen desfilando na maior passarela de sua carreira.

 

 

A festa seguiu com mais música brasileira. Dançarinos se apresentaram ao som de Zeca Pagodinho e Marcelo D2. Jorge Ben Jor levantou o público ao som de “País Tropical”.

 

Zeca Pagodinho e Marcelo D2.
Zeca Pagodinho e Marcelo D2.

 

 

Dançarinos se apresentando na Cerimônia de Abertura das Olimpíadas 2016.
Dançarinos se apresentando na Cerimônia de Abertura das Olimpíadas 2016.

 

 

Jorge Ben Jor e Regina Casé.
Jorge Ben Jor e Regina Casé.

 

A empolgação era tamanha, que mesmo após o término da música de Jorge Ben Jor, o público continuou cantando sozinho (à capela), como costumam fazer com o Hino Nacional nas partidas de futebol.

Públíco cantando "à capela".
Público cantando “à capela”.

 

O ponto alto da cerimônia foi a entrada das delegações dos 206 países participantes dos Jogos Olímpicos 2016.

Delegação da Alemanha.
Delegação da Alemanha.

 

 

Atletas da República Popular da China.
Atletas da China.

 

 

Delegação espanhola.
Delegação espanhola.

Um momento muito emocionante, foi a entrada da delegação de atletas refugiados. Eles se apresentaram com a bandeira do Comitê Olímpico Internacional (COI). O intuito dessa participação nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, é chamar a atenção de todo o mundo para o problema dos refugiados.

Equipe de refugiados participando pela primeira vez das Olimpíadas.
Equipe de refugiados participando pela primeira vez das Olimpíadas.

 

 

O brasileiros foram os últimos a entrar. Ao som de “Aquarela do Brasil”, os atletas fizeram uma enorme festa no Maracanã. A porta-bandeira do Brasil foi a atleta do pentatlo moderno, Yane Marques.

Delegação brasileira entrando no Maracanã.
Delegação brasileira entrando no Maracanã.

 

 

Yane Marques levando a bandeira do Brasil.
Yane Marques levando a bandeira do Brasil.

 

Um dos temas centrais da Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos 2016, foi a questão da preservação do meio ambiente. Cada atleta participante dos jogos, pode plantar uma semente. Futuramente as mudas vão ser plantadas e farão parte da Floresta Olímpica.

Aros Olímpicos feitos com pequenas árvores.
Aros Olímpicos feitos com pequenas árvores.

 

Depois da entrada dos atletas a cerimônia continuou com o hasteamento da Bandeira e Hino Olímpico executado. A festa esquentou ao som das baterias das Escolas de Samba Cariocas e mais música brasileira na voz de Caetano Veloso, Gilberto Gil e Anitta.

Entrada da Bandeira Olímpica.
Entrada da Bandeira Olímpica.

 

 

Execução do Hino Olímpico.
Execução do Hino Olímpico.

 

 

Escolas de Samba Cariocas.
Escolas de Samba Cariocas.

 

 

Caetano Veloso, Anitta e Gilberto Gil.
Caetano Veloso, Anitta e Gilberto Gil.

 

A Chama Olímpica foi trazida para o Maracanã pelas mãos de Gustavo Kuerten, passando por Hortência e chegando até Vanderlei Cordeiro de Lima, que acendeu a Pira Olímpica.

Gustavo Kuerten entregando a Chama Olímpica para Hortência.
Gustavo Kuerten entregando a Chama Olímpica para Hortência.

 

Vanderlei Cordeiro de Lima acendendo a Pira Olímpica.
Vanderlei Cordeiro de Lima acendendo a Pira Olímpica.

 

A base da Pira Olímpica é obra do artista americano Anthony Howe, que vem encantando o mundo com esculturas cinéticas. É feita com base de aço e formas que lembram uma espiral.

Pira Olímpica Rio 2016.
Pira Olímpica Rio 2016.

 

Pira Olímpica e base em formato de espiral representando o sol.

 

Com fogos de artifício colorindo o Maracanã e o Cristo Redentor vestido de verde e amarelo, a belíssima cerimônia de abertura das Olimpíadas 2016 chegou ao fim. Mas com certeza vai ficar na memória de todos os atletas, turistas e principalmente de nós brasileiros, os donos da festa!

Encerramento da Cerimônia de Abertura das Olimpíadas 2016.
Encerramento da Cerimônia de Abertura das Olimpíadas 2016.

 

Fogos de artifício no Maracanã.
Fogos de artifício no Maracanã.

 

Cristo Redentor de verde e amarelo.
Cristo Redentor de verde e amarelo.

Observação: As fotos utilizadas neste post foram tiradas da televisão, durante a transmissão ao vivo pela Rede Globo.




Alessandra Maróstica

Mãe, esposa, paulistana (da Mooca), fisioterapeuta, pianista e travelholic. Apaixonada por fotografia, gastronomia e por viver experiências culturais diferentes. Visitou 16 países e está sempre em busca do próximo destino.

Deixe uma resposta