Tirando férias em Málaga


Localizada na costa sul da Espanha,  Málaga é uma das principais cidades do país. Faz parte da Andaluzia que é uma comunidade autônoma espanhola. Com cerca de 700 mil habitantes, é um dos principais destinos turísticos da Espanha, graças ao clima ameno e as lindas praias. 
 

Neste post vou falar um pouco dos principais pontos turísticos de Málaga

Praia La Malagueta
Uma das mais bonitas e famosas é a praia La Malagueta. Faz parte da Costa do Sol, com areias bem finas e águas claras. Na praia são oferecidos diversos serviços como aluguel de guarda-sol, redes e equipamentos nauticos, diversos quiosques com diferentes tipos de comida, banheiros e área infantil.
Nossa visita a Málaga foi durante a primavera, e apesar deste céu lindo, estava bem frio. 

 

Não deixe de tirar uma foto ao lado desta enorme escultura com o nome da praia. Algumas letras passam dos dois metros de altura. 
Alcazaba Teatro Romano 
 
A Alcazaba de Málaga é uma fortificação construída na encosta do monte Gibralfaro na era muçulmana. 
O Teatro Romano está localizado no sopé da Alcazaba e foi descoberto em 1951 por um golpe de sorte, durante as obras para a realização dos jardins da Casa de la Cultura. 

Construído no ano I dC, durante o período romano, o teatro foi muito importante na época não só para diversão mas também para o momento político da época.

 

É possível apreciar algumas peças arqueológicas através desta pirâmide de vidro.
É permitida a visitação, sendo necessário agendar em caso de grupos. A entrada é gratuita. 
Para mais detalhes sobre como visitar o Teatro Romano clique aqui.
Fundação Picasso (Museu Casa Natal)
Málaga é a cidade natal do famoso artista Pablo Picasso. O museu foi inaugurado em 2003 com 285 obras doadas por membros da família de Picasso. Em 2009 após fusão com outro grupo, surgiu o Museu Casa Natal, como é conhecido hoje, localizado na praça de la Merced, local de nascimento de Picasso.
O valor do ingresso é 2 euros e aos domingos a entrada é gratuita.
 
 
 
 Praça de la Merced

 

 

Também conhecida como como Praça do Mercado, é uma das praças mais bonitas de Málaga. No seu centro está o Monumento à Torrijos, representada por um grande obelisco.
 
A praça também é conhecida por ser o lugar onde Picasso deu seus primeiros passos, sendo localizado a Fundação Picasso, como dito anteriormente.  A la Merced também foi moradia de outros artistas e políticos importantes da Espanha. 
Monte Gibralfaro
No entorno de Gibralfaro os Fenícios fundaram a cidade de Málaga. Em cima do monte está localizado o castelo de Gibralfaro e de lá se tem uma magnífica vista da cidade e do mar mediterrâneo.
O nome Gibralfaro é devido a um farol colocado no monte na época dos Fenícios. Antes da chegada dos Romanos, o local foi transformado em fortaleza. 
Em 1487 após cerco católico, Fernando II de Aragão e Isabel I de Castela escolheram o local para sua moradia e a fortaleza foi transformada em castelo. 
O ingresso para visita ao castelo custa 2,20 euros.
Catedral de Málaga
A catedral da encarnação de Málaga é um dos lugares mais importantes da Andaluzia. O interior da catedral é de estilo renascentista, enquanto a fachada possui estilo barroco.
Ao longo de sua construção ocorreram muitos problemas e interrupções na obra.  Uma das torres da catedral se encontra inacabada, por isso ela é apelidada de “La Manquita”. De acordo com uma placa colocada na base da torre, o dinheiro que seria usado para o término na obra, foi desviado para ajudar na independência dos Estados Unidos.
A entrada custa 2 euros.
El Pimpi
Localizado ao lado do Alcazaba e inaugurado em 1971 o El Pimpi fica dentro de uma antiga mansão do século 18 de Málaga. É um dos mais antigos bares bodega da cidade, onde é possível desfrutar de comida, vinhos, além da cultura e tradições do sul da Espanha. 
Clique aqui para maiores informações do local.


 

 

Espero que tenham gostado deste post sobre Málaga. Fiquem a vontade para comentar e enviar dúvidas. Terei o maior prazer em responder. Para finalizar mais algumas fotos de Málaga.

 

 

Fique de olho:

  • Contrate um taxista para te levar aos principais pontos turísticos. Não fica caro e você fica a vontade para alterar o percurso, caso não goste de um ou outro lugar.  

 

  • Não deixe de provar as famosas “tapas” espanholas. Em Málaga existem diversos bares e restaurantes que oferecem o prato. Se você não quiser se espremer em um lugar lotado da moda, procure locais fora do centro da cidade. São mais tranquilos e a qualidade é a mesma.

Alessandra Maróstica

Mãe, esposa, paulistana (da Mooca), fisioterapeuta, pianista e travelholic. Apaixonada por fotografia, gastronomia e por viver experiências culturais diferentes. Visitou 16 países e está sempre em busca do próximo destino.

2 comentários em “Tirando férias em Málaga

  • 19 de dezembro de 2016 em 00:26
    Permalink

    Aproveitei para conhecer Málaga quando estava estudando em Granada!! E pensar que a maioria dos turistas brasileiros nem passa por lá – a cidade é muito fofa!

    Resposta
    • 2 de fevereiro de 2017 em 15:50
      Permalink

      É verdade. Conheço poucas pessoa que conhecem Málaga. Eu achei uma cidade muito interessante e bonita!

      Resposta

Deixe uma resposta