Voando com o Airbus A380 de Paris a Nova Iorque pela Air France

Hoje vou contar sobre a nossa experiência em voar pela primeira vez no gigantesco Airbus A380. Voamos pela companhia Air France, do aeroporto Charles de Gaulle em Paris, até o JFK em Nova Iorque.

Nosso avião antes do embarque no aeroporto de Paris. Foto: CAFF / Blog Tirando Férias
Nosso avião antes do embarque no aeroporto de Paris. Foto: CAFF / Blog Tirando Férias

 

O A380 é o maior avião comercial do mundo, com capacidade variando entre 525 até 853 pessoas, dependendo da configuração. No caso da aeronave da Air France, a capacidade era para pouco mais de 500 pessoas, pois existiam 3 classes disponíveis: 1ª classe, executiva (bem mais espaçosas) e econômica.

O A380 possui 2 andares, onde estão distribuídas a 1ª classe, a executiva e a econômica. Foto: AMF / Blog Tirando Férias
O A380 possui 2 andares, onde estão distribuídas a 1ª classe, a executiva e a econômica. Foto: AMF / Blog Tirando Férias

O embarque

Por ser um avião muito grande e com 2 andares, é necessário um procedimento de embarque bem organizado. Fiquei imaginando que demoraria horrores, mas foi extremamente rápido. São várias portas de acesso ao avião, e as pessoas já ficam agrupadas próximas ao portão correspondente, seja no piso inferior ou superior do aeroporto.  Em resumo, se o seu assento é no piso inferior do avião, seu embarque vai ser em um portão do piso inferior do aeroporto, e assim ocorre com o piso superior também.

Em poucos minutos, as mais de 500 pessoas já estavam acomodadas em seus assentos. Quanto a organização para o embarque, o aeroporto Charles de Gaulle e a Air France estão de parabéns!

Embarque super rápido no aeroporto Charles de Gaulle em Paris. Foto: AMF / Blog Tirando Férias
Embarque super rápido no aeroporto Charles de Gaulle em Paris. Foto: AMF / Blog Tirando Férias

 

O A380 possui 16 portas, conforme mostra este folder informativo disponível a bordo. Foto: AMF / Blog Tirando Férias
O A380 possui 16 portas, conforme mostra este folder informativo disponível a bordo. Foto: AMF / Blog Tirando Férias

A aeronave

A aeronave estava em ótimo estado de conservação e limpeza.  Tinha vários banheiros disponíveis, que eram suficientes para o número de passageiros. Viajamos na classe econômica e o que mais me chamou a atenção foi o espaço. Como somos altos, quase sempre sentimos muito incômodo com o aperto das pernas. Não foi o caso do A380 da Air France. Mesmo sendo muito grande, o avião é super silencioso e quase não se escuta ruídos fora da normalidade.

Classe econômica do A380 da Air France. Foto: AMF / Blog Tirando Férias
Classe econômica do A380 da Air France. Foto: AMF / Blog Tirando Férias

 

Escada que dá acesso ao piso superior do A380 da Air France. Foto: AMF / Blog Tirando Férias
Escada que dá acesso ao piso superior do A380 da Air France. Foto: AMF / Blog Tirando Férias

 

Antes de desembarcar, subimos até o piso superior para conhecer a classe executiva, com cadeiras mais confortáveis e muito mais espaço. Foto: AMF / Blog Tirando Férias
Antes de desembarcar, fomos até o piso superior para conhecer a classe executiva, com cadeiras mais confortáveis e muito mais espaço. Foto: AMF / Blog Tirando Férias

Refeições

Os pratos eram fartos e saborosos. Antes de iniciar o serviço de bordo, cada passageiro recebe um pequeno cardápio com as opções disponíveis durante o voo. Isso também me chamou a atenção, pois não estou acostumada a ver cardápios na classe econômica.  Geralmente o próprio comissário informa as opções verbalmente. Mais um ponto a favor da Air France!

Cardápio de bebidas durante o voo com o A380 da Air France. Foto: AMF / Blog Tirando Férias
Cardápio de bebidas durante o voo com o A380 da Air France. Foto: AMF / Blog Tirando Férias

 

Minha escolha para o jantar durante o voo de Paris para Nova Iorque, no A380 da Air France. Foto: AMF / Blog Tirando Férias
Minha escolha para o almoço, durante o voo de Paris para Nova Iorque, no A380 da Air France. Foto: AMF / Blog Tirando Férias

 

pequeno lanche servido pouco antes do pouso em Nova Iorque. Foto: AMF / Blog Tirando Férias
Pequeno lanche servido antes do pouso em Nova Iorque. Foto: AMF / Blog Tirando Férias

Entretenimento

Tivemos várias opções de filmes, músicas e jogos disponíveis durante o voo. Quase todos os filmes tinham disponibilidade de legenda em português. A tela era touch e também havia um controle remoto para a seleção do conteúdo. Este controle remoto se destacava do painel, então se você poderia acioná-lo sem tirar a mão de baixo do cobertor quentinho.

O entretenimento a bordo do A380 da Air France, possui diversas opções de filmes com legenda em português. Foto: AMF / Blog Tirando Férias
O entretenimento a bordo do A380 da Air France, possui diversas opções de filmes com legenda em português. Foto: AMF / Blog Tirando Férias

 

Controle remoto que se destaca do painel, dando mais liberdade de movimento ao passageiro. Foto: AMF / Blog Tirando Férias
Controle remoto que se destaca do painel, dando mais liberdade de movimento ao passageiro. Foto: AMF / Blog Tirando Férias

 

Teclado nas costas do controle remoto. Foto: AMF / Blog Tirando Férias
Teclado nas costas do controle remoto. Foto: AMF / Blog Tirando Férias

Considerações finais

Compramos a passagem pelo site da LATAM, para voltar de Paris para São Paulo. A Air France é parceira da LATAM, e foi por este motivo que o primeiro trecho da viagem foi realizado por ela. O trecho entre JFK e GRU foi realizado pela LATAM.

Na minha opinião o serviço prestado pela Air France foi muito bom. Mas a experiência de voar pela primeira vez no A380, foi ainda melhor! 😆 


Assista ao vídeo e repare no tamanho da asa do A380, passado por cima dos carros.

 


Utilize os serviços dos nossos Parceiros.

Você não paga a mais por isso e ainda ajuda o blog a se manter.

Alugue um carro na: Rentcars

Reserve seu hotel pelo: Booking

Compre sua passagem aérea na: LATAM,

Escolha o melhor seguro viagem: Real Seguros, Mondial Travel





Alessandra Maróstica

Mãe, esposa, paulistana (da Mooca), fisioterapeuta, pianista e travelholic. Apaixonada por fotografia, gastronomia e por viver experiências culturais diferentes. Visitou 16 países e está sempre em busca do próximo destino.