Dicas sobre bagagem despachada

No post de hoje vou falar um pouco sobre as regras da bagagem despachada em voos domésticos e internacionais. 

Bagagem despachada em voos domésticos

A bagagem despachada é aquela que vai no porão do avião. Cada passageiro adulto tem direito a até duas malas com peso total somado de 23 kg.
Alguns itens são considerados bagagem especial por serem de difícil acomodação. São eles:
  • Vara de pescar
  • Prancha de surf 

 

  • Bicicleta – por unidade

 

  • Ski/snowboad

 

  • Arco e flecha

 

  • Kite surf

 

  • Patinete 


Para estes casos será cobrada uma taxa adicional cujo valor vai depender do aeroporto.

Observação: Crianças até dois anos incompletos viajam gratuitamente no colo de uma pessoa maior de 12 anos, sem direito a bagagem.   
 
 

Bagagem despachada em voos internacionais

Adulto ou criança com assento reservado, tem direito a duas bagagens com 32 kg cada uma, para todas as classes de serviços.

O peso máximo para bagagens despachadas com conexões ou destino final sendo a Europa, será de 32 kg por volume. 

Bagagens com excesso de peso não são permitidas. No caso do volume ultrapassar 32 kg, deverá ser despachado como carga. 

Crianças de colo, com até 2 anos incompletos, podem levar um carrinho de bebê dobrável ou um bebê conforto além de uma peça de bagagem, respeitando as dimensões para aceitação de bagagens de mão, podendo despachar ou levar consigo. No caso de excesso, serão aplicadas taxas adicionais.

 

Artigos aceitos como bagagem despachada

  • Medicamentos ou artigos de higiene necessários para a viagem. A quantidade total destes artigos utilizados por cada passageiro não poderá ultrapassar o limite de 2 kg ou 2 litros e que a quantidade contida em cada pacote não pode exceder o limite de 0,5kg ou 0,5 litros.
  • Bebidas alcoólicas, perfumes e colônias. A quantidade de bebida alcoólica de cada recipiente não pode ultrapassar o limite de 2 litros, ou 0,5 litros por pacote. 
  • Marcapassos cardíacos implantados cirurgicamente ou artigos farmacêuticos que contenham bário, implantados em uma pessoa como resultado de tratamento médico.
  • Pequenos cilindros de gás dióxido de carbono usado por passageiros para o funcionamento de membros mecânicos, com a aprovação da companhia aérea
  • Artigos de fumantes de uso pessoal, excluindo-se os acendedores de dispositivos líquidos inflamáveis.
  • Gelo seco, em quantidades que não excedam 2 kg, para preservação de órgãos a serem transplantados.
 
Artigos proibidos na bagagem despachada
 
  • Dispositivos de alarme;
  • Explosivos, inclusive cartuchos vazios, munições, material pirotécnico, armas de caça, armas portáteis e fogos de artifício;
  • Gases (inflamáveis, não inflamáveis e venenosos);
  • Líquidos inflamáveis;
  • Sólidos inflamáveis;
  • Substância de combustão espontânea;
  • Substância que, em contato com a água, emita gases inflamáveis;
  • Materiais oxidantes, tais como pó de cal, descorantes químicos e peróxidos;
  • Substâncias venenosas e infecciosas;
  • Materiais radioativos;
  • Materiais corrosivos, tais como mercúrio, ácidos, alcalóides e baterias com líquido corrosivo;
  • Agentes biológicos, tais como bactérias e vírus;
  • Produtos perecíveis;
  • Quaisquer tipos de tinta;

Observação: Para o caso de transporte de armas, deverão ser observadas as restrições e instruções especiais tratadas em legislação específica.

Alessandra Maróstica

Mãe, esposa, paulistana (da Mooca), fisioterapeuta, pianista e travelholic. Apaixonada por fotografia, gastronomia e por viver experiências culturais diferentes. Visitou 16 países e está sempre em busca do próximo destino.

Deixe uma resposta